domingo, janeiro 15

De(clara)ção

eu quero um romance 
que seja simples
e ao mesmo tempo complexo
dificilmente de se entender
de se compreender
mas que
a cada sorriso possa ser entendido 
uma briga
uma discussão
ou um bréu total
mas que
me faça sonhar a cada dia
Que venha de uma forma 
calma e estupefata
Que venha de um estilo impecável
com covinhas, porque covinhas 
são lindas!
Que seja pra mim
mas que
seja pra todo mundo
Que seja pra nós
e a cada certeza que eu tenha de que amo você
eu possa ser a sua luz
que ilumine 
que confie
que possa acreditar
e mesmo assim duvidar
e mesmo assim apaixonantemente sua
Que venha com uma pitada de Aline
e baseado em fatos, redundantemente, reais
Que venha do jeitinho da Dona flor... 
pode ser com os dois maridos
mas que
aja amor e respeito
Eu quero um romance
diferente e igual
Que eu possa sentir saudade
e quando eu ver
quase morrer de felicidade
e ser pra você
naquele momento
e em qualquer um
quero poder ser o seu mar
sua lua
sua luz
Que venha cantor
mágico, com um nariz vermelho, um violão na mão
mesmo que não saiba tocar
E que não tenha vergonha de dizer
"Eu não sei" 
e simplesmente sorrir
Apenas
que ame e seja forte 
quando eu disser
Eu quero um tempo
pra nós dois
Sim.
Eu vou saber quando vai ser esse tempo
eu quero
e você quer?
Escutei um claro? Com um sorriso largo no rosto?
Que venha de forma despretensiosa, mas que tenha pretensão
Que cresça comigo
Sendo feliz por ser o que é
E sempre querendo ser mais iluminado 
Queria eu
Queria ser sua
Queira eu
Queira a nós
Que faça uma serenata 
sem vergonha em todos os sentidos
mesmo que não saiba cantar, desse jeito fica até mais bonito
Não faça a barba ou não corte o cabelo
E deixa que eu suje você
mesmo que seja de tinta
Ou com as minhas lágrimas
Chore pra eu ver
e poder limpar suas lágrimas
Seja sim um cafajeste
mas seja fiel ao seu amor
Não falo de traição.
Eu disse que quero uma pitada de Dona flor, não disse?
eu quero um romance.


Marina Ramos

2 comentários: